Despedimos da Dra. Anna Maria Chiesa, Enfermeira, Professora e Pesquisadora que elevou o papel da enfermagem com sua luta pelos direitos da criança.

Essa semana nos despedimos da Dra Anna Maria Chiesa, Enfermeira, Professora e Pesquisadora que elevou o papel da enfermagem com sua luta pelos direitos da criança.

A SOBEP manifesta sua solidariedade a família, aos amigos e colegas de trabalho e deixa sua homenagem a essa enfermeira, professora, pesquisadora tão querida a todos que a conheceram!

Conjugando teoria e prática, sua atuação expandiu-se muito além dos muros da Universidade de São Paulo, onde atuou por mais de 30 anos.

Seu engajamento, competência, inteligência e postura ética, aliadas à amorosidade e generosidade no trato humano, fizeram-na conhecida e respeitada não somente dentre os enfermeiros pediatras, mas em contextos de articulações da gestão pública e instituições do terceiro setor, que possibilitaram avanços de políticas públicas de primeira infância.

Sempre inspiradora, com sua alegria e firmeza de propósitos, ela ajudou a disseminar boas práticas de atenção à criança e à família, nos impulsionando a manter-nos dedicados no trabalho cotidiano da promoção dos direitos da criança.

Lamentamos sua partida ainda tão jovem, fará muita falta. Mas agradecemos por sua luta, realizações, conquistas, e presença em nossas vidas.

Sua contribuição para inovações científicas e tecnológicas é evidenciada em vários projetos e publicações, principalmente voltados à promoção do desenvolvimento infantil.

À época da implantação da estratégia Saúde da Família no município de São Paulo, em 2001, a professora Anna vislumbrou uma oportunidade de transferir conhecimentos para a sociedade numa perspectiva inovadora de construir uma atuação da equipe de saúde da família em favor da promoção do desenvolvimento infantil. A inovação constitui-se na proposição de uma construção multidisciplinar para levar os conhecimentos já bem estabelecidos a respeito do desenvolvimento infantil para uma prática de fortalecimento dos profissionais e das famílias. Assim, teve início o projeto Nossas Crianças: Janelas de Oportunidades, sob sua coordenação. Esse projeto teve um impacto na caracterização de novas práticas de cuidado, com foco nas interações, em abordagem dialógica, fundamentando o cuidado amoroso e responsivo, base do desenvolvimento infantil, trazendo elementos para aprimoramento das políticas públicas de primeira infância.

Ressalta-se, nessa etapa, sua capacidade de agregar os diferentes participantes do grupo de trabalho para a produção dos materiais educativos para as equipes de saúde e para as famílias, bem como para a produção de processos educativos convergentes com a visão participativa e emancipatória, intitulados “Toda hora é hora de cuidar”.

Tais produtos foram divulgados na página do UNICEF, um dos parceiros do projeto. Posteriormente, foram atualizados e estão disponíveis no site do grupo de pesquisa que a professora integrava (http://www.ee.usp.br/site/index.php/paginas/mostrar/493/925/85).

Esse trabalho foi um dos precursores dos cadernos de primeiríssima infância da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, posteriormente incorporados como política pública no estado de São Paulo (São Paulo pela Primeiríssima Infância), no programa Família que Acolhe da prefeitura de Boa Vista-RR, e na política São Paulo Carinhosa, do município de São Paulo.

Quem foi a Professora Anna Chiesa?

Graduada em Enfermagem e Obstetrícia pela Universidade de São Paulo (1981) com Habilitação em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo (1982), Mestrado (1994) e Doutorado (1999) em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo, e Livre Docência em Enfermagem em Saúde Coletiva pela USP (2005). Professora Associada do Departamento de Enfermagem em Saúde Coletiva da EEUSP até 2017. Realizou estágio Pós Doc na Florence Nightingale School of Nursing and Midwifery, King’s College London (2011). Sua experiência na área de Enfermagem, abrangeu a Promoção da Saúde, Desenvolvimento Infantil, Saúde da Família, Saúde da Criança e Educação em Saúde. Consultora técnica da Fundação Maria Cecília Souto Vidigal desde 2008. Líder do grupo de pesquisas Modelos Tecnoassistenciais e a Promoção da Saúde (1999 a 2017). Membro do Comitê Científico do Núcleo Ciência Pela Infância. Professora Associada Sênior do Departamento de Enfermagem em Saúde Coletiva da EEUSP. Seu conhecimento foi disseminado não apenas academicamente, mas por meio de entrevistas e documentários, enriquecendo diretamente a sociedade nos assuntos relacionados à saúde coletiva, promoção da saúde, primeira infância e desenvolvimento infantil.

Texto elaborado por: Maria De La Ó Ramallo Veríssimo

 

Itarget Tecnologia